fbpx
PUBLICIDADE

Helio Beltrão sugere a leitura de quatro livros para Felipe Neto conhecer o liberalismo

Liberal que preside um dos centros de pensamento mais importantes do país nesse campo avaliou o que chamou de "paradoxo de Felipe Neto"; youtuber milionário é popular nas redes, mas crítica o capitalismo
Foto: Reprodução/Twitter

Presidente do Instituto Mises Brasil, um dos mais conhecidos centros de pensamento de viés liberal, Helio Beltrão dedicou sua coluna nesta quarta-feira (26) na “Folha de S. Paulo” para tratar do tema Felipe Neto.

É que o youtuber, um dos mais populares do país, com um público majoritariamente adolescente, voltou a criticar liberais nas redes sociais – especialmente, no Twitter, onde desabafa sobre política.

Em seu texto, Helio narrou o que chamou de “paradoxo de Felipe Neto” – o youtuber teria ficado multimilionário graças à lógica do capitalismo que tanto critica, pois premia aqueles que atendem as demandas, ainda que estejam “alheios a conceitos abstratos como mérito ‘verdadeiro’ ou valor intrínseco”.





Além de mencionar a obra “A Mentalidade Anticapitalista”, de Ludwig von Mises, Beltrão sugeriu ao influenciador a leitura de outros quatro livros: “As Seis Lições”, também de Mises; “Anatomia do Estado”, de Murray Rothbard; “A Lei”, de Frederic Bastiat; e “A Riqueza das Nações”, de Adam Smith.

“Se [Neto] deseja combater a pobreza e melhorar o Brasil para todos, deve se familiarizar com o que a ciência econômica diz sobre o tema”, concluiu Beltrão. O artigo na íntegra está disponível clicando aqui.

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama