fbpx
PUBLICIDADE

Manifestações pelo país com lema ‘eu autorizo’ declaram apoio a Jair Bolsonaro

Manifestações combatem medidas restritivas adotadas por governadores e prefeitos e promovem ataques à instauração da CPI da Covid e ao Supremo Tribunal Federal
Manifestação no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/Facebook)
PUBLICIDADE

Atos públicos em diferentes cidades do Brasil foram realizados neste sábado (1), dia do Trabalho, em apoio ao presidente da República Jair Bolsonaro. As manifestações adotaram como lema a expressão “eu autorizo”, em referência a um comentário do presidente de que esperava sinais de chancela do povo para tomar atitudes. [1]

PUBLICIDADE

Em pelo menos 11 estados e no Distrito Federal, os manifestantes se reuniam com trajes em verde e amarelo e bandeiras do Brasil em protestos que tiveram como alvos constantes o Supremo Tribunal Federal e as políticas de restrição de deslocamento no combate ao coronavírus.

As manifestações acontecem na esteira das mobilizações no Parlamento em consequência da instauração da CPI da Covid, que investiga a conduta de autoridades no enfrentamento à pandemia. O governo Bolsonaro vinha interpretando a iniciativa como uma retaliação exclusiva contra as autoridades federais.

PUBLICIDADE

Leia também:  Presidente da Petrobras diz que não cederá a pressões para intervir em preços

O presidente Jair Bolsonaro, que vem tecendo comentários críticos às medidas restritivas adotadas por governadores e prefeitos, havia afirmado que tomaria providências contra elas se o povo o “autorizasse”. Movidas por essa declaração, em São Paulo, centenas de pessoas se aglomeraram em frente ao prédio da Fiesp, na avenida Paulista.

Entre os alvos das palavras de ordem e ataques estava o governador do estado, João Doria (PSDB), chamado de “calça apertada”, “bandido” ou “desgraçado”. O presidente do PTB, Roberto Jefferson, esteve no carro de som em São Paulo, dirigindo palavras de condenação ao STF.

A praia de Copacabana foi o palco das manifestações no Rio de Janeiro e, em Brasília, cerca de 5 mil pessoas ocuparam o gramado do Congresso nacional. Também houve manifestações em Belém (PA), Curitiba (PR), Salvador (BA), Recife (PE), Natal (RN), Fortaleza (CE), Maceió (AL), Belo Horizonte (MG), João Pessoa (PB) e cidades do interior como Campinas (SP), São José do Rio Preto (SP), Limeira (SP) e Ipatinga (MG).

Leia também:  Em liminar, Justiça proíbe União de 'atentar contra a dignidade' de Paulo Freire

O presidente Jair Bolsonaro compartilhou imagens das manifestações e comentou: “O Brasil é verde e amarelo. Obrigado pela confiança. Devemos lealdade a vocês”. Ele acompanhou o protesto de Brasília dentro de um helicóptero presidencial. [2] [3]

PUBLICIDADE

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?