fbpx

Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo pede demissão do cargo, diz jornal

Um dos ministros mais próximos de Olavo de Carvalho e da ala mais ideológica do governo, Araújo não resistiu a pressão de senadores, que criticaram sua atuação no Itamaraty

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, pediu demissão do posto de acordo com informação divulgada pelo jornal O Globo e, depois, confirmada pelo jornal Folha de S. Paulo. [1]

Desde a última semana, a continuidade de Araújo a frente do Itamaraty já era questionada. Um grupo de senadores já havia pedido a cabeça do diplomata.

A continuidade do ministro era vista como um potencial entrave para futuras negociações com os Estados Unidos de Joe Biden e com a China. As boas relações com esses países é considerada essencial para o Brasil acelerar a vacinação.

Agravando a situação, veio o episódio do assessor de relações internacionais Filipe Martins, próximo de Araújo, e cujo gesto feito em audiência pública no Senado foi interpretado como racista.

Leia também:  Senado debaterá vacina obrigatória da COVID-19 para crianças

Para piorar, neste domingo (28), o ministro acusou, em seu perfil no Twitter, que a senadora Katia Abreu havia alertado que imagem dele no Senado dependeria de ele fazer um “gesto em relação ao 5G” – uma referência à nova tecnologia de transmissão de dados que depende de concessão promovida pelo governo. [2]

Ernesto Araújo era um dos ministros considerados da ala mais ideológica do governo, sendo admirador de Olavo de Carvalho e simpático a causas conservadoras.

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?