fbpx
PUBLICIDADE

Deputado do Cidadania quer suspender decreto de Bolsonaro sobre armas

Daniel Coelho considerou, em vídeo, que medida de Bolsonaro "foge das prioridades" - na avaliação dele, país deveria estar discutindo vacinação e o auxílio emergencial
Daniel Coelho (Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados)
Daniel Coelho (Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados)
PUBLICIDADE

O deputado federal Daniel Coelho (Cidadania/PE), vice-presidente da Frente Parlamentar pelo Livre Mercado, apresentou um projeto de decreto legislativo para sustar os efeitos de algumas das novas medidas sobre armas de fogo decretadas na última sexta-feira (12) pelo presidente Jair Bolsonaro.

PUBLICIDADE

Na justificativa do parlamentar, a iniciativa “claramente desrespeita a prerrogativa legislativa do Congresso Nacional, agredindo o princípio da separação de Poderes”, uma vez que o presidente pretende alterar o sentido da lei original visando “ampliar o acesso às armas”. O caminho para isso, segundo Coelho, que é associado ao Livres, seria criar um projeto de lei.

Em vídeo, o parlamentar que se classifica como liberal também afirmou que o decreto “foge das prioridades”. “O Brasil, nesse momento, deveria estar discutindo a vacinação para todos e a questão do auxílio emergencial e do socorro àquelas pessoas que estão desempregadas”, ressaltou.

PUBLICIDADE

Ao todo, foram quatro decretos assinados por Bolsonaro. Dentre os principais pontos que as medidas trazem está a ampliação do limite de armas de fogo por cidadão de quatro para seis, a permissão para o porte de arma simultâneo com duas armas, o aumento na quantidade de munições que caçadores, atiradores e colecionadores (CAC) podem adquirir e também a possibilidade de que qualquer psicólogo (com CRC) possa emitir laudo psicotécnico para ter acesso à categoria de CAC.

CD215086208600 (1)

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama