fbpx
PUBLICIDADE

AGU pede que ação do Livres sobre provas de fraude eleitoral seja trancada

Em diversas ocasiões, Bolsonaro levantou suspeitas sobre o processo eleitoral de 2018, onde, segundo ele, poderia ter saído vitorioso no primeiro turno e que apresentaria as provas "brevemente", o que não ocorreu
Foto: Reprodução/YouTube
Foto: Reprodução/YouTube
PUBLICIDADE

A Advocacia Geral da União (AGU) pediu à Justiça que a ação iniciada pela associação Livres em que o movimento cobra de Bolsonaro provas sobre a suposta fraude no processo eleitoral de 2018 seja trancada sem análise de mérito. [1]

PUBLICIDADE

A AGU, como informa o site da revista IstoÉ, sustentou que o Livres não teria legitimidade para entrar com ação civil pública e que também já haveria outro processo abordando o tema.

Em diversas ocasiões, Bolsonaro levantou suspeitas sobre o processo eleitoral de 2018, onde, segundo ele, poderia ter saído vitorioso no primeiro turno.

PUBLICIDADE

Em março de 2020, o presidente chegou, inclusive, a dizer que tinha “provas” sobre a acusação e que as “mostraria brevemente”, o que não ocorreu. [2]

Reações

Nas redes, o Livres criticou o movimento da AGU. “Não aceitaremos a covardia. Quem usa cargo para atacar a credibilidade da democracia brasileira tem que provar o que diz”, escreveu a entidade, que prometeu ir “até o fim” para que Bolsonaro esclareça o que diga. [3]

Fundador do Partido Novo e ex-candidato à presidência da República, Amoêdo também se manifestou com a notícia. Frequente crítico de Bolsonaro, o político opinou que, mais uma vez, o presidente “mentiu”. [4]

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama