fbpx
PUBLICIDADE


NOVO anuncia candidatura de Marcel van Hattem à presidência da Câmara

“É uma candidatura que exige coragem”, definiu o novo líder da bancada, Vinicius Poit; Van Hattem se comprometeu para trabalhar com a volta da prisão em segunda instância e pelo fim do foro privilegiado

- Publicado no dia
Foto: Divulgação/NOVO

NOVO anunciou na tarde desta quinta-feira (14) que lançará o deputado federal Marcel van Hattem (NOVO/RS), novamente, à presidência da Câmara.

“É uma candidatura que exige coragem”, definiu o novo líder da bancada, Vinicius Poit.

O deputado federal Paulo Ganime (NOVO/RJ), por sua vez, ressaltou que houve diálogo com diversos parlamentares e também com outros candidatos à presidência da Câmara antes da definição.

Na avaliação dele, “a presidência da Câmara dos Deputados tem um papel fundamental de como as coisas as coisas são conduzidas em nosso país”.


PUBLICIDADE



“Fizemos um manifesto. Um manifesto com assinatura de 51 deputados de inúmeros partidos de diferentes visões ideológicas. Um manifesto baseado em cinco pilares: reforma do regimento interno, a reforma administrativa da Câmara, reformas estruturantes para o Brasil sair dessa crise, organização dos trabalhos e independência da Câmara, do Parlamento, em relação aos demais poderes. Discutimos com diversos parlamentares e também com candidatos que nos procuraram. Mas, nesse trabalho, nessa discussão, entendemos que na data de hoje, não há nenhuma candidatura que se comprometa de forma veemente e fiel a esses cinco principais pontos”, pontuou Ganime.

Em sua fala, o candidato Marcel van Hattem observou a “emoção de viver mais um momento histórico” e se solidarizou com as vítimas da pandemia.

“Essa é uma candidatura que repete a iniciativa que tivemos no primeiro dia do nosso mandato no ano de 2019. Apesar de sermos uma bancada pequena, humilde, nesse parlamento federal, obtivemos não apenas os 8 votos na candidatura passada, mas outros que decidiram caminhar junto. Temos convicção de que o Brasil merece mais. Por isso, estamos decididos a enfrentar esse grande e honroso desafio em uma eleição onde o que mais conta é a convicção individual de cada um dos parlamentares. Quero deixar essa mensagem muito clara a todos os meus colegas deputados.”, disse, reforçando que é importante resgatar a reputação da Câmara dos Deputados.

“Estamos buscando o apoio do maior número possível de deputados que entendam essa mensagem, que votarão com a consciência tranquila e com independência no dia em que for marcada a eleição. Nós temos convicção de que com uma campanha honesta, transparente, de propostas, visando o melhor para o Brasil, fazendo uma carta de compromissos, inclusive com a volta da prisão em segunda instância e fim do foro privilegiado, vamos chegar ao segundo turno dessas eleições”, afirmou van Hattem, esperançoso.

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.