fbpx
PUBLICIDADE


Bolsonaro avalia que Brasil pode enfrentar mesmo problema dos EUA

Na avaliação do presidente, crise política americana decorre da falta de confiança no voto e prevê que eleições em 2022 sem voto impresso no Brasil podem causar mesmo problema

- Publicado no dia
Foto: Reprodução/YouTube

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (7) que o problema da “falta de confiança no voto”, que teria gerado a crise política norte-americana que culminou na invasão ao Capitólio, pode gerar problema similar no Brasil. [1]

“O pessoal tem que analisar o que aconteceu com as eleições americanas agora. Basicamente, qual foi o problema? A causa dessa crise toda? Falta de confiança no voto. […] Houve gente que votou três ou quatro vezes. Foi uma festa lá. Ninguém pode negar isso daí. Então a falta dessa confiança é que levou esse problema que está acontecendo lá. E, aqui no Brasil, se tivermos o voto eletrônico em 2022, vai ser a mesma causa“, analisou.


PUBLICIDADE



Para Bolsonaro, no Brasil, “a fraude existe” e pontuou que, em 2018, só foi eleito porque teve “muitos votos”.

Repercussão

A declaração, dada a apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, em Brasília (DF), repercutiu entre autoridades.

Para o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ), “a frase do presidente Bolsonaro é um ataque direto e gravíssimo ao TSE e seus juízes”.

“Os partidos políticos deveriam acionar a Justiça para que o presidente se explique. Bolsonaro consegue superar os delírios e os devaneios de Trump”, escreveu no Twitter. [2]


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.