fbpx
PUBLICIDADE

Presidente eleito Biden classifica invasão de ‘ataque à democracia americana’

Para o político, tratou-se de um "ataque sem precedentes à democracia e ao Estado de Direito" e ativistas pró-Trump que fizeram o ato seriam "extremistas" que fizeram uma "insurreição" e não protesto
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, criticou na noite desta quarta-feira (6) a invasão do Capitólio por parte de apoiadores do presidente Donald Trump.

Para o político, tratou-se de um “ataque sem precedentes à democracia e ao Estado de Direito”. O democrata também classificou os ativistas pró-Trump que fizeram o ato como “extremistas” que faziam uma “insurreição”, e não protesto.

“As palavras de um presidente podem tanto inspirar, quanto insurgir”, pontuou, criticando as contínuas afirmações de Trump de questionar o processo eleitoral.





Nesta quarta-feira (6), estava prevista a certificação dos votos do Colégio Eleitoral por parte do Congresso, última etapa para a formalização da eleição do democrata.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama