fbpx
PUBLICIDADE


Deputado do NOVO aceita convite de Eduardo Paes e tem filiação suspensa

Chicão Bulhões será Secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Desburocratização na prefeitura do Rio de Janeiro e precisará se afastar da sigla

- Publicado no dia
Chicão Bulhões, do NOVO, tomando posse como deputado estadual (Foto: Divulgação)

Um parlamentar do Partido Novo no estado do Rio de Janeiro renunciou a seu cargo na Assembleia Legislativa. Chicão Bulhões divulgou um comunicado neste sábado (5) informando que aceitou um convite do prefeito eleito Eduardo Paes (DEM) e não terminará seu mandato como parlamentar.

O convite, segundo o próprio Bulhões, é para ser Secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Desburocratização na cidade do Rio de Janeiro. Ainda de acordo com ele, a missão é “voltar a fazer o Rio sorrir, voltar a fazer o Rio gerar empregos, gerar renda, de uma maneira inclusiva, gerando mais igualdade de oportunidades e realmente reverter esse ciclo de decadência”. [1]


PUBLICIDADE



O advogado e político afirmou ter conversado muito com o Partido Novo, que decidiu não liberá-lo para a função. Há ao menos um precedente para essa situação: em 2017, integrantes do Novo questionaram a atitude do então vereador Leandro Lyra, à época filiado ao partido, de concorrer ao cargo de deputado federal, por interromper seu mandato. Chicão Bulhões disse respeitar a decisão do partido e avisou que deixará o cargo de deputado à sua suplente, Adriana Balthazar (NOVO-RJ).

O partido se manifestou em nota oficial confirmando que não comporá o governo de Eduardo Paes e que o parlamentar terá sua filiação ao partido declarada suspensa. “Gostaríamos de elogiar a postura do Deputado Chicão Bulhões nesse processo, mantendo a transparência dos acontecimentos junto ao partido. Agradecemos ao seu trabalho até aqui e desejamos sucesso ao seu novo desafio pessoal”, acrescentou o NOVO. [2]

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.