fbpx
PUBLICIDADE

Frente parlamentar propõe que reforma administrativa alcance atuais servidores

O coordenador da Frente é o deputado do Partido Novo mineiro, Tiago Mitraud, que defendeu que a reforma contemple quatro eixos principais
Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados
PUBLICIDADE

Nesta quinta-feira (8), a Frente Parlamentar da Reforma Administrativa, coordenada pelo deputado Tiago Mitraud (NOVO-MG), apresentou, na companhia do ministro da Economia Paulo Guedes e do presidente da Câmara Rodrigo Maia, sua agenda ambiciosa. A ideia é incluir servidores atuais nos efeitos da reforma. [1]

PUBLICIDADE

Mitraud comentou que a proposta de reforma apresentada ao Congresso em setembro, sem contemplar os servidores atuais, não é suficiente. “Um dos principais objetivos da reforma é reduzir as desigualdades que existem no serviço público, tanto em relação ao setor privado como entre as diferentes esferas e poderes”, avaliou, ponderando que excluir os servidores e magistrados atuais faria com que a reforma não atendesse a esse propósito.

Leia também:  'O limite à liberdade de expressão é a justiça', diz pré-candidato do Partido Novo

Na visão de Mitraud, a reforma administrativa precisa se concentrar em quatro eixos principais. O primeiro deles seria a já apontada redução de distorções. Em segundo lugar, a modernização da gestão de pessoas, “área onde há mais possibilidades de avanços na administração pública brasileira”, incluindo a modernização dos concursos públicos. A esses dois eixos se somariam a segurança jurídica e a modernização da estrutura organizacional. [2]

PUBLICIDADE

A Frente sugere ainda a vedação de concessão de licença remunerada para servidores que decidam ser candidatos e o fim de aposentadorias vitalícias com salários integrais. As sugestões também incluem uma mudança na proposta relativa ao poder Executivo: o presidente não poderia extinguir, transformar ou fundir órgãos por decreto.

Compartilhe essa notícia:

Obrigado por ter lido até aqui.

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

MARCAS APOIADORAS

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?