fbpx
PUBLICIDADE

Guedes chama desmembramento do ministério de ‘conversa fiada’

Nos últimos dias, circulou na imprensa informação de que governo cogitaria, por pressão do Centrão, dividir a pasta: Bolsonaro chamou informação de 'notícia falsa'
Foto: Najara Araújo / Cãmara dos Deputados

Foto: Najara Araújo / Cãmara dos Deputados

O ministro da Economia, Paulo Guedes, chamou nesta quinta-feira (8) de “conversa fiada” a hipótese de que a pasta que comanda possa ser desmembrada – o que, em última análise, representaria uma perda de força do liberal no governo. [1]

Nos últimos dias, alguns veículos de imprensa circularam a informação de que poderiam ser recriados os Ministério da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e até mesmo o Ministério do Trabalho.

Ambas as pastas, como se sabe, foram fundidas juntas ao Planejamento e ao antigo Ministério da Fazenda para gerar o assim apelidado “superministério” da Economia.





A declaração de Guedes se deu no primeiro evento público em que o ministro apareceu ao lado do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ) após informações darem conta de um possível conflito entre ambos.

Reconhecendo tratar-se de pauta do governo um possível desmembramento, o parlamentar pontuou que esse tipo de discussão não ajuda “nesse momento difícil que passamos”.

Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro, pelas redes sociais, classificou o boato de desmembramento como “fake news”. [2]





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama