fbpx
PUBLICIDADE

Kim Kataguiri protocoliza pedido para redução do IPI sobre videogames

Gamer assumido, deputado ligado ao MBL argumentou que redução da tributação na produção nacional de consoles, além de gerar emprego e renda, pode aumentar a arrecadação formal
Foto: Reprodução/YouTube
Foto: Reprodução/YouTube

O deputado federal Kim Kataguiri (DEM/SP) solicitou nesta terça-feira (22) ao Ministério da Economia que videogames tivessem redução do IPI no Brasil. IPI é a sigla que representa Imposto sobre Produtos Industrializados, que atinge produtos fabricados no país. [1]

“Eu passei meses estudando isso junto à assessoria legislativa para chegar a uma alíquota e num cálculo que não prejudicasse os cofres públicos e, ao mesmo tempo, fomentasse a produção nacional de videogames”, pontuou o parlamentar liberal, ressaltando que o projeto contemplaria mesmo empresas estrangeiras, desde que produzam e gerem emprego e renda no país.

Gamer assumido, o deputado afirmou que “metade da população brasileira joga videogame”, destacou o crescimento no segmento e relembrou seu passado como técnico de informática e programador.





“Eu conheci o mercado de perto, cheguei a fazer entrevista de estágio e a programar alguns softwares. Esse é um mercado que cresce muito no Brasil. Tem muita mão de obra qualificada e um ambiente muito favorável para a produção de consoles porque tem um consumo nacional muito grande”, disse o parlamentar, em vídeo, pontuando que o Brasil sofre com uma “herança de sobretaxa de produção de consoles”.

“Historicamente, a Receita [Federal] sempre considerou console como jogo de azar, como caça níquel. Só que videogame não é isso, não pode ter sobretaxa por causa disso. Hoje, o IPI varia entre 16% e 40% nos consoles, sem contar Pis/Cofins, sem contar ICMS. Ou seja, as empresas estão indo embora, a Sony anunciou recentemente que está indo embora, o PlayStation sendo vendido a R$ 5 mil, o dobro de outros países vizinhos. Mais do que isso: temos empregos deixando de ser gerados”, disse.

Ao fim, o parlamentar fez referência à teoria da curva de Laffer, opinando que “a diminuição da tributação de consoles significa aumento da arrecadação, pois pode ser mais gente comprando no mercado legal e mais indústrias se instalando no país” e pediu aos seguidores que, agora, pressionassem o Ministério da Economia para acolher a ideia.

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama