fbpx
PUBLICIDADE


Liberais reagem contra declaração de Datena sobre prender comerciantes

Apresentador da TV Bandeirantes disse que se pudesse “mandaria prender quem sobe o preço da cesta básica”, o que gerou críticas de liberais que pontuaram que, na verdade, aumento se deve ao Estado

- Publicado no dia
Foto: Divulgação/Band

Um comentário do apresentador Datena publicado no último sábado (5) gerou reações de liberais nesta segunda-feira (7), feriado de Independência no Brasil. No texto, o jornalista da Bandeirantes disse que, “se pudesse, mandaria prender quem sobe preço de cesta básica no meio da pandemia”.

“Isso é crime contra a humanidade. Existem mais de 20 milhões de desempregados e informais no Brasil! Tem muita gente passando fome! É uma vergonha!”, reclamou. [1]

O economista Fernando Ulrich, que atuou junto ao Instituto Mises Brasil e tem um livro sobre bitcoins, classificou o tipo de declaração como uma “loucura”.


PUBLICIDADE



“Entenderam a importância de identificar o real culpado pela inflação? Crime contra a humanidade é desvalorizar a moeda em meio à pandemia (aliás, em qualquer momento)”, disse o economista, pontuando ainda que pequenos empresários e feirantes também são vítimas. [2]

Foto: Reprodução

Quem também fez questão de se posicionar frente ao comentário do apresentador foi o cientista político Adriano Gianturco. “Comerciantes não sobem preços, ajustam preços. Não são ‘price makers’, são ‘price takers'”, explicou o professor do Ibmec/MG. [3]

Autor de “O empreendedorismo de Israel Kirzner” e do livro “A Ciência da Política”, Gianturco explicou que “os preços aumentam porque o Estado desvalorizou a moeda”.

Felippe Hermes, co-fundador do canal do youtube Spotniks e editor-chefe do BlockTrends, também fez questão de deixar registrada uma resposta ao jornalista.

“Felizmente, você não pode prender ninguém e muito menos controlar preço. Fica aí o aviso para todo mundo se um dia você quiser concorrer. É um maluco autoritário que não entende p* de economia”, pontuou. [4]

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.