fbpx
PUBLICIDADE

Assessora de Guedes confirma: governo estuda ‘nova’ CPMF universal

Vanessa Canado disse em transmissão ao vivo de veículos de imprensa que o imposto estudado seria de aplicação universal, e não apenas para mercados digitais, como especulava-se
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Por mais que o presidente Jair Bolsonaro já tenha dado indicativos, no passado, de que não apoiaria a aprovação de um imposto sobre movimentações financeiras em seu governo, o Ministério da Economia segue estudando o modelo, informou nesta sexta-feira (26) o jornal O Globo. [1]

A informação é da assessora especial do Ministério da Economia, Vanessa Canado, que confirmou que a “nova CPMF” que tem sido estudada seria aplicada sobre todas as transações, e não apenas em segmentos específicos, tais como o mercado digital.

Em transmissão ao vivo para os jornais Valor Econômico O Globo, Canado pontuou que “a legislação que está sendo desenhada” visa “refletir esse novo mundo digital rastreável através das transações financeiras”.





Mais detalhes sobre o projeto serão enviadas apenas próximo à formalização da proposta que o governo deve enviar ao Congresso. Em princípio, trabalha-se com a expectativa de que a alíquota possa ir de 0,2% sobre todas as transações. Como se sabe, grande parte dos liberais é crítica ao modelo.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama