fbpx
PUBLICIDADE

Fundador do Escola Sem Partido anuncia saída do movimento

O advogado Miguel Nagib fez o comunicado exatamente um dia depois de uma decisão do Supremo Tribunal Federal acerca de legislação alagoana inspirada no movimento
Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Miguel Nagib (Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)

O fundador do movimento Escola Sem Partido, Miguel Nagib, anunciou neste sábado (22) o fim de sua atuação no projeto, bem como a cessação das atividades de todas as páginas sob sua responsabilidade. O estopim para a saída foi uma decisão do Supremo Tribunal Federal. [1]

“Anuncio com tristeza o fim da minha participação no Movimento Escola sem Partido. Cessa, a partir de hoje, a atividade dos canais do ESP sob minha responsabilidade”, escreveu Nagib em suas redes sociais. A decisão foi comunicada exatamente um dia após o STF considerar inconstitucional uma lei estadual de Alagoas inspirada no movimento.





A lei alagoana, batizada de “Escola Livre”, proíbe a “prática de doutrinação política e ideológica” nas salas de aula do estado e determina que os pais têm direito a que os filhos tenham uma “educação moral livre de doutrinação política, religiosa ou ideológica”. O movimento publicou na sexta-feira (21) uma crítica ao presidente Jair Bolsonaro, que não teria feito nada para ajudar a causa.

“Bolsonaro deve estar satisfeito. Afinal, esse tribunal espúrio, vergonha da nação, inimigo das famílias, acabou dando a ele a desculpa perfeita para abandonar de vez a promessa de combater a doutrinação e a ideologia de gênero nas escolas”, queixou-se o Escola Sem Partido. O líder do movimento criado em 2004 já havia feito comentário semelhante em julho do ano passado.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama