fbpx
PUBLICIDADE


Paulo Gontijo, CEO do Livres, critica ‘choque de liberalismo’ de Guedes

Empresário e líder do movimento liberal suprapartidário afirmou que “pouco está sendo entregue” e que “o discurso de Guedes não coincide com os fatos”

- Publicado no dia
Paulo Gontijo (Foto: Reprodução / Facebook)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem sido cada vez mais criticado entre os liberais. Além do MBL e, mais especificamente, do deputado federal Kim Kataguiri (DEM/SP), que criticou duramente a proposta de reforma tributária, quem também levantou crítica contra o economista nesta segunda-feira (27) foi o diretor-executivo do Livres, Paulo Gontijo.

“Se existiu [um choque liberal], a voltagem foi baixa. Tem iniciativas interessantes, mas não são as mais relevantes. A MP da liberdade econômica é interessante, mas a reforma administrativa não sai. A reforma tributária enviada na terça-feira foi primária, não discutida, parcial”, disse Gontijo em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo. [1]


PUBLICIDADE



O líder do Livres pontuou ainda que “tem um problema crônico de eterno desalinhamento de expectativas” e citou, como exemplo, as promessas de Guedes de que venderia R$ 1 trilhão de imóveis. “Virou piada”, comentou.

“Eu como cidadão e ativista, queria reforma tributária, abertura econômica, Estado mais enxuto. Pouco disso está sendo entregue, principalmente nas grandes medidas. O discurso de Guedes não coincide com os fatos e com o cumprimento de metas. Se fosse em uma empresa privada, ele estaria encrencado”, disse.

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.