fbpx
PUBLICIDADE

Moro agradece apoio de João Amoêdo após comentário nas redes sociais

Ex-ministro de Jair Bolsonaro agradeceu comentário de João Amoêdo em solidariedade à suposta represália que Moro poderia sofrer na OAB ao solicitar registro
Sérgio Moro (Foto: Marcello Casal Jr. /Agência Brasil)
Sérgio Moro (Foto: AFP / Evaristo Sá)
PUBLICIDADE

O ex-ministro Sérgio Moro agradeceu no fim da noite desta terça-feira (14) a uma mensagem de apoio de João Amoêdo nas redes sociais. O fundador do Partido Novo havia se solidarizado com Moro após uma notícia de que um grupo de advogados pretende se opor ao registro do também ex-juiz na OAB.

PUBLICIDADE

“Ao invés de valorizar e reconhecer quem realizou um trabalho histórico e corajoso, enfrentando a corrupção e a impunidade, determinados grupos procuram manchar reputações ilibadas, como a de Sérgio Moro. Lamentável”, disse o político. [1]

Moro respondeu, então, um agradecimento pelas palavras e disse que “segue firme” acreditando em seus princípios “mesmo arcando com as consequências”. [2]

PUBLICIDADE

Bastou essa resposta – a primeira interação entre eles pública – para que apoiadores do NOVO e admiradores de Moro especulassem uma eventual ída do ex-juiz à sigla.

Foto: Reprodução
Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama