fbpx
PUBLICIDADE


MBL emite nota de esclarecimento após operação policial que mirou movimento

Entidade considerou que “as assertivas apontadas” são “completamente distantes da realidade, totalmente despido de sustentação fática e legal com a única finalidade de macular a honra do movimento”

- Publicado no dia
Foto: Reprodução/YouTube

Movimento Brasil Livre emitiu no fim da manhã desta sexta-feira (10) uma nota de esclarecimento após a realização de uma operação feita a pedido do Ministério Público de São Paulo que mirou o grupo.

Batizada de “Juno Moneta”, a operação cumpriu mandados de busca e apreensão e efetuou duas prisões temporárias a “pessoas e empresas ligadas ao MBL” – expressão utilizada pela entidade. [1]


PUBLICIDADE



Segundo o MP, a investigação que está sendo feita é focada em “crimes de lavagem de dinheiro” e, para a entidade, “ficaram evidenciados” o “recebimento de doações de forma suspeita” através do “Google Pagamentos” e a “irregularidades especialmente fiscais” ligadas ao principal líder do grupo e dívidas de família.

Para o MBL, as pessoas que foram alvo dos mandados de prisão “jamais fizeram parte do MBL”. A entidade também rebateu a crítica de “confusão empresarial” entre o MBL e o Movimento de Renovação Liberal – nome da pessoa jurídica utilizada pelo MBL. [2]

A nota do grupo também destacou que as doações advindas do “Google Pagamentos” são fruto de doações “públicas oriundas do YouTube”, o que não permitiria “qualquer espécie de ocultação e simulação fiscal”.

Sobre as atividades empresariais e dívidas ligadas aos “fundadores do MBL”, a organização pontuou que “são anteriores ao próprio movimento e não possuem qualquer vinculação” e que, portanto, as “assertivas apontadas quanto ao MBL são completamente distantes da realidade”.

Confira, abaixo, a nota na íntegra:

Foto: Reprodução

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.