fbpx

Guedes estuda modalidade mais liberal de contrato de trabalho, diz site

De acordo com o portal de notícias o UOL, equipe de Paulo Guedes estaria considerando um projeto em que patrão contrata apenas por hora trabalhada e não pagaria INSS e FGTS
Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e sua equipe econômica estariam estudando apresentar em breve um novo modelo de contrato de trabalho, mais flexível e sem encargos, de acordo com o noticiado nesta sexta-feira (3) pelo portal de notícias UOL. [1]

De acordo com a publicação, o projeto que tem sido estudado consideraria a possibilidade de contratação tendo como vínculo a hora trabalhada, similar ao que ocorre nos Estados Unidos, e sem onerar a folha salarial do patrão com o custeio do FGTS e do INSS – o que, atualmente, encarece a contratação de pessoas.

[wp_ad_camp_1]

Segundo a apuração do UOL, o projeto é visto como um modelo que poderia resultar na formalização de milhões de trabalhadores – segundo o Ministério, há um contingente de cerca de 38 milhões de brasileiros na informalidade.

Outra ideia do ministro, diz o site, é reforçar neste segmento uma ajuda social: o imposto de renda negativo. Na prática, o governo complementaria com uma alíquota de cerca de 20% o quanto cada indivíduo recebe, o que combinaria a assistência social com o incentivo ao trabalho.

[wp_ad_camp_3]

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?