fbpx

Livres responde declaração de Bivar na CNN: ‘Não era preciso ter bola de cristal’

Em entrevista à CNN, presidente do PSL e deputado federal Luciano Bivar afirmou que a entidade, quando fazia parte da sigla, parecia ter uma "bola de cristal" ao afirmar que Bolsonaro não se identificaria com liberais
Foto: Reprodução / TV Globo

Compartilhe

Foto: Reprodução / TV Globo

O movimento Livres, hoje uma instituição independente, respondeu em nota as declarações do presidente do PSL, Luciano Bivar, dadas ao vivo à CNN Brasil nesta sexta-feira (26) sobre o desligamento do projeto. Lançado em 2016, o Livres pretendia tornar-se a “renovação” do PSL pré-Bolsonaro.

Na ocasião, o também deputado federal afirmou que “na época” em que houve o desligamento do Livres da sigla, em janeiro de 2018, “parece que [eles] tinham uma bola de cristal” ao prever incompatibilidade de Bolsonaro com os valores liberais. [1]

[wp_ad_camp_1]

“Eles achavam que o presidente não tinha uma linha liberal, aquela coisa toda, e eu me insurgi muito contra esse movimento e eles se afastaram do partido. Inclusive, o Livres foi o nome que eu mesmo criei para a gente ter uma ala mais liberal. Então eles se afastaram em função disso e eu briguei muito, dizendo que o Bolsonaro não era assim”, pontuou. [2]

Leia também:  Revisão Social dos Gastos Públicos: uma necessidade para o equilíbrio fiscal

Em nota, o Livres destacou que não foi criado por Luciano Bivar e que “não era preciso ter bola de cristal para diagnosticar o antiliberalismo de Bolsonaro”.

“[Bastava] apenas analisar o seu histórico de três décadas de absoluta improdutividade no parlamento, marcada por declarações autoritárias, além de votos marcadamente iliberais”, disse a entidade.

[wp_ad_camp_3]

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?