fbpx
PUBLICIDADE


Moro elogia Mandetta e ex-ministro da Saúde diz não descartar chapa em 2022

Os dois ex-ministros do atual governo federal fizeram manifestações positivas um sobre o outro; o ex-ministro da Saúde pontuou que a hipótese da chapa não está descartada

- Publicado no dia
Moro e Mandetta (Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil)

Dois ex-ministros do governo de Jair Bolsonaro trocaram comentários positivos neste sábado (20). No dia em que o Brasil ultrapassou a marca de 50 mil vítimas fatais, segundo levantamento de consórcio de jornais junto às secretarias estaduais de Saúde, Sérgio Moro e Henrique Mandetta falaram um a respeito do outro. [1]

No caso do ex-juiz e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, o comentário foi diretamente relacionado à marca de mortes atingida. Moro comentou: “Mais de 50.000 vítimas pelo novo coronavírus. Muito triste. Cuidem-se. Lembro que já tivemos Ministro da Saúde.” Junto ao comentário, Moro compartilhou uma publicação de Mandetta lamentando o número e externando respeito às vítimas.


PUBLICIDADE



Por sua vez, Henrique Mandetta mencionou Sérgio Moro em entrevista concedida à Agence France-Press. O ex-ministro da Saúde foi questionado sobre a especulação de que os dois poderiam disputar juntos uma eleição presidencial em 2022. De acordo com as palavras de Mandetta, a hipótese de uma união para concorrer ao posto máximo do Executivo existe.

“Acho que a gente tem dever como cidadão, tanto eu quanto Moro, de dialogar com a sociedade brasileira e participar ativamente das eleições de 2022, seja como candidatos, chapa junto ou campos opostos, mas de fortalecer a democracia brasileira, ou como cidadão, com certeza eu vou participar nas eleições de 2022”, afirmou, complementando sobre a possibilidade da chapa: “Não, não tem nada descartado. Vai que rola.”

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.