fbpx
PUBLICIDADE


João Amoêdo defende constitucionalidade do inquérito do STF

A posição do ex-presidenciável do Partido Novo está longe de ser acolhida por todos os membros; ao contrário, a bancada do NOVO na Câmara é contra o inquérito

- Publicado no dia
João Amoêdo (Foto: Gabriel Reis / IstoÉ)

O engenheiro João Amoêdo, candidato à presidência pelo Partido Novo na eleição de 2018 e fundador da sigla, se manifestou nesta quinta-feira (28), em contraposição a muitos correligionários, de forma favorável ao inquérito do STF contra as chamadas “Fake News”. Ele compartilhou o artigo de um advogado que defendeu o órgão máximo do Judiciário brasileiro.

O artigo, segundo Amoêdo, “de um dos maiores processualistas brasileiros, rebate de forma simples e clara a tese de que o Supremo está agindo contra a Constituição”. O engenheiro afirmou ainda que “não podemos confundir calúnia, difamação e intimidação, feita de forma sistemática, orquestrada e profissional, inclusive com financiamento, com liberdade de expressão”, o que seria o foco do inquérito. [1]


PUBLICIDADE



O autor do texto é o mestre e doutor em Direito Eugenio Pacelli, ex-membro do Ministério Público Federal. Amoêdo ressaltou de seu artigo a afirmação de que “ao que se sabe, o Presidente da Suprema Corte acionou as autoridades competentes para a adoção de providências em relação às mentiras divulgadas e propagadas contra seus membros” e arrematou: “A situação do Brasil exige harmonia, equilíbrio e o fortalecimento das instituições”.

A posição de João Amoêdo está longe de ser reconhecida por todos os membros do Partido Novo. Ao contrário, a bancada do partido no Legislativo ingressou com pedido para ser incluída na ação movida pela Rede Sustentabilidade contra o inquérito do Supremo Tribunal Federal. [2]

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liebrdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.