fbpx
PUBLICIDADE


Livres pede que Augusto Heleno seja ‘punido exemplarmente’

Entidade reagiu à carta do ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) contra envio, por parte do STF à PGR, de solicitação de parlamentares para que celular de Bolsonaro fosse apreendido

- Publicado no dia
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O movimento Livres reagiu com intensidade à carta que o ministro Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, divulgou em sua rede social na tarde desta sexta-feira (22) após ser noticiado que o STF encaminhou pedido feito por parlamentares para a apreensão do celular do presidente Jair Bolsonaro à Procuradoria-Geral da República.

O movimento deseja punição exemplar ao ministro. “Absolutamente inaceitável a ameaça feita pelo ministro Augusto Heleno. Trata-se de crime de responsabilidade e precisa ser punido exemplarmente. Numa República, todos devem responder igualmente diante da lei. Inclusive o Presidente”, sustentou o Livres em seu Twitter.

O texto da nota do ministro dizia que o pedido de apreensão do celular de Jair Bolsonaro é “inconcebível e, até certo ponto, inacreditável”. Augusto Heleno considera que sua efetivação seria “uma afronta à autoridade máxima do Poder Executivo e uma interferência inadmissível de outro Poder na privacidade do Presidente da República e na segurança institucional do país”.


PUBLICIDADE



Tal providência representaria, na opinião de Heleno, “uma evidente tentativa de comprometer a harmonia entre os poderes e poderá ter consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional”.  A manifestação já motivou uma mobilização de Alessandro Molon (PSB-RJ), que prometeu acionar a PGR para investigar o que considera “ameaça de golpe” por parte do ministro. [1]

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liebrdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.