fbpx
PUBLICIDADE

Amoêdo vê duas saídas para Bolsonaro: renúncia ou impeachment

Fundador do Partido Novo e ex-candidato ao Palácio do Planalto nas eleições de 2018 relembrou publicação feita há um mês onde já havia criticado a postura do presidente Jair Bolsonaro
João Amoêdo (Foto: Reprodução / Blog do Linhares)
João Amoêdo (Foto: Reprodução / Blog do Linhares)
PUBLICIDADE

Fundador e ex-presidente do Partido Novo, o empresário João Amoêdo voltou a tecer duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro após o pedido de exoneração do ministro Sérgio Moro. Na avaliação do liberal, restam duas saídas ao presidente: o pedido de renúncia ou o impeachment.

PUBLICIDADE

“Em 30 dias, o presidente trocou o ministro da Saúde e o da Justiça, foi em manifestação pela intervenção militar, interferiu na PF, buscou alianças com corruptos e foi irresponsável na pandemia. Agora são duas opções: a renúncia ou um processo de impeachment”, declarou no Twitter.

Ex-candidato à presidência da República pelo Partido Novo, Amoêdo relembrou ainda uma mensagem publicada há um mês na rede social onde já havia mencionado a hipótese de renúncia..

PUBLICIDADE

Leia também:  Em grito de ordem, MBL pede prisão de ministro de Bolsonaro

Na ocasião, o fundador do NOVO havia criticado duramente o pronunciamento do presidente em cadeia nacional de televisão e afirmado que ele “deveria vir a público, apresentar um plano, mostrar a gravidade da situação e demonstrar equilíbrio e bom senso”. A alternativa seria renunciar.

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama