fbpx
PUBLICIDADE

Doria é criticado por lideranças de direita após compartilhar elogio de Lula

Ex-presidente condenado por corrupção e que recorre em liberdade após decisão do STF elogiou confisco de máscaras em São Paulo; Doria destacou que essa "não é a hora de expor discordâncias"
Foto: Editoria de Arte
Foto: Editoria de Arte
PUBLICIDADE

Repercutiu negativamente entre lideranças da direita o compartilhamento de um comentário do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), na manhã desta quinta-feira (2).

PUBLICIDADE

No texto, Lula afirmou que a “obsessão agora tem que ser vencer o coronavírus” e citou o fato de “Doria ter que mandar a PM invadir fábrica para pegar máscara”.

“A gente tem que reconhecer que quem tá fazendo o trabalho mais sério nessa crise são os governadores e os prefeitos”, escreveu o petista, que foi condenado e preso por corrupção, mas recorre em liberdade após decisão do STF. [1]

PUBLICIDADE

Doria, na sequência, citando o comentário de Lula, disse que apesar de “terem muitas diferenças”, essa “não é a hora de expor discordâncias”.

Leia também:  Brasil versus Argentina: regras sanitárias suspendem clássico

“O vírus não escolhe ideologia, nem partidos. O momento é de foco, serenidade e trabalho para ajudar a salvar o Brasil e os brasileiros”, ponderou.

Foto: Reprodução/Twitter

Críticas

Filho do presidente Jair Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL/SP) opinou que “o recado de Lula não é de união, é político”.

PUBLICIDADE

Na avaliação dele, “neste momento vale a pena o PT estar junto do PSDB contra Bolsonaro”.

Eduardo Bolsonaro (Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil)

“Antigamente, PT e PSDB se fingiam de opositores, o que era conhecido como estratégia das tesouras. Hoje, eles não tem mais esse pudor”, escreveu. [2]

Já o engenheiro Hélio Beltrão, presidente do Instituto Mises Brasil e liderança destacada do meio liberal, ironizou o flerte entre Doria e Lula:

“Aula de biologia de hoje: subespécies ‘canhotus carnivorae’ e ‘canhotus vegetarianus’. Em seu habitat natural, se evitam; caso se encontrem, brigam como os cangurus. Mas em época de acasalamento, copulam frequentemente ao ar livre. São a mesma espécie, mas geram filhos estéreis”, brincou. [3]

PUBLICIDADE

Leia também:  Doria surpreende ao revelar qual estatal privatizaria se fosse presidente

Outro que se manifestou foi o ativista pró-armas e especialista em segurança pública, Bene Barbosa.

“PSDB sendo PSDB. Da mesma forma que Fernando Henrique Cardoso saiu de mãos dadas com Lula no referendo de 2005 – e foram massacrados nas urnas -, agora é a vez de Doria. Prestem atenção qual ação de Doria o criminoso condenado aplaudiu”, referindo-se ao confisco de máscaras citadas pelo ex-presidente. [4]

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama