fbpx
PUBLICIDADE


Programa de Datena é interrompido ao falar de possível cura de Covid-19

Internautas levantaram suspeitas sobre o fim da transmissão, inclusive levantando suspeitas sobre a China, origem da epidemia; segundo a emissora, contudo, tudo foi causado apenas por ‘problemas técnicos’

- Publicado no dia
Foto: Reprodução/YouTube

O sinal da TV Bandeirantes caiu na tarde desta quinta-feira (27) em todo o Brasil enquanto era exibido o programa Brasil Urgente, apresentado pelo jornalista José Luiz Datena. Um detalhe, porém, fez levantar suspeitas de internautas mais conservadores: o apresentador repercutia a possibilidade de já terem encontrado a cura da Covid-19, doença que tornou-se pandemia mundial. [1]

Datena lia e comentava uma entrevista feita com o microbiologista francês Raoult Didier, que tem sido um dos principais embaixadores de que a combinação de hidroxicloroquina com azitromicina trazem resultados para combater o coronavírus.


PUBLICIDADE



Reportagens e entrevistas sobre essa perpsectiva combinada à divulgação de resultados positivos têm gerado expectativa pela comunidade internacional e até por parte de políticos como os presidentes Donald TrumpJair Bolsonaro.

Reações

O youtuber conservador Bernardo Küster, com quase 400 mil seguidores no Twitter, foi um dos que relataram com estranhamento a queda do sinal nas redes sociais. Ao fim de sua reclamação, concluiu com uma pergunta retórica: “China?”. [2]

Quem também se manifestou sobre o ocorrido foi o presidente do Instituto Mises Brasil, Helio Beltrão. Um dos principais entusiastas brasileiros de que o uso da hidroxicloroquina pode ser uma das soluções para a pandemia, Beltrão considerou estranha a queda da emissora logo no momento em que um médico brasileiro, Anthony Wong, confirmava a tese do francês. [3]

Segundo a Bandeirantes, em comunicado enviado à imprensa, porém, tudo não se passou de uma coincidência. Teria havido uma queda do sinal da emissora paulista causada por uma falha do sistema. [4]

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.