fbpx
PUBLICIDADE


Jornalista divulga arte sobre atos do dia 15 serem para espalhar coronavírus

Vera Magalhães sugeriu estar confusa sobre a mensagem, mas internautas a acusaram de espalhar notícia falsa e desinformar; carta afirma que esquerda se infiltrou para espalhar coronavírus entre apoiadores de Bolsonaro

- Publicado no dia
Vera Magalhães (Foto: Reprodução/TV Cultura)

A jornalista Vera Magalhães, do jornal O Estado de S. Paulo e com selo de conta verificada no Twitter, divulgou no início da tarde desta sexta-feira (28) uma arte atribuída a apoiadores do presidente e que alerta para o risco da disseminação do coronavírus nas manifestações programadas para o dia 15 de março. Na última quarta (26), foi confirmado o primeiro brasileiro diagnosticado com o vírus. [1]

O texto, que é destinado a “guardiões do Bolsonaro de todo país”, sustenta que os atos do dia 15 foram pensados “nos porões da esquerda para disseminar o coronavírus entre os apoiadores do Bolsonaro no auge da propagação do vírus”.


PUBLICIDADE



“Por isso, o próprio Bolsonaro orientou os ministros para que não divulguem o ato, nem compareçam. A Regina Duarte já apagou o post sobre o ato e diversos militares já disseram que não têm nada a ver com essa manifestação”, diz a carta. A informação não procede totalmente, porém. A atriz Regina Duarte, futura Secretária da Cultura, por exemplo, não apagou a publicação. [5]

Ao publicar a imagem em suas redes, Vera – que foi a primeira a jornalista a denunciar que o presidente poderia estar divulgando os atos em seu círculo de amigos no WhatsApp – escreveu, confusa: “É em 2015 ou 2020? Contra ou a favor? Pra ir ou não ir?”. Até a publicação desta matéria, mais de 200 pessoas já haviam compartilhado a arte.

Apesar disso, muitos leitores criticaram a divulgação do texto, acusando a mensagem de ser “desinformante” e até fake news. [2][3][4]

Alguns grupos de esquerda, por sua vez, também estão se mobilizando para fazer manifestações contrárias ao governo para o dia 18 de março.

Foto: Reprodução/Twitter
★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.