fbpx
PUBLICIDADE

Kim Kataguiri afirma que direita poderá precisar apoiar Bolsonaro novamente

O deputado, ligado ao Movimento Brasil Livre, afirmou que a direita brasileira não pode depender exclusivamente do presidente, mas pode ter que votar nele novamente
Kim Kataguiri (Foto: Reprodução/Facebook)
Kim Kataguiri (Foto: Reprodução/Facebook)
PUBLICIDADE

O deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP), ligado ao Movimento Brasil Livre, publicou um artigo nesta sexta-feira (14) na Veja expressando sua visão acerca do posicionamento da direita diante de Jair Bolsonaro. Apesar do tom bastante crítico ao presidente, o parlamentar admitiu que poderá ser necessário apoiá-lo novamente em 2022. [1]

PUBLICIDADE

Kim iniciou sua análise afirmando que Bolsonaro foi a solução encontrada após os anos de governo petista, mas que é “uma versão com sinal trocado de Lula”. Para Kataguiri, Bolsonaro desconhece o real conceito de “direita” e nomeou uma equipe liberal para o Ministério da Economia por “puro pragmatismo”, ao mesmo tempo em que alimenta um discurso sectário, persegue adversários políticos e ataca a imprensa.

Leia também:  Deputada quer transformar decretos sobre armas em lei

PUBLICIDADE

Entre as críticas que faz a Bolsonaro, estão a de que o presidente evitou seu comprometimento pessoal com a defesa da reforma da Previdência e não demonstra respeito pelas instituições. Na opinião de Kim, a direita “republicana” precisa prestar atenção ao “projeto extremamente personalista” do governo, que “poderá dar um giro de 180 graus quando quiser”. Seria necessário, na visão do deputado, não “apostar todas as fichas” em Bolsonaro.

Entretanto, ele admite que a polarização “mais superficial e radical possível” alimentada pelo presidente pode levar a uma repetição do cenário de 2018, colocando-o diretamente contra o PT no segundo turno em 2022. Se isso acontecer, Kim já adiantou quem o MBL apoiaria. “Se o cenário de 2018 se repetir, organizações como o MBL serão obrigadas a declarar voto útil no presidente mais uma vez”, porque não há nenhum outro nome viável na direita.

Leia também:  Bolsonaro avança em negociações para filiar-se a partido do centrão

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?