fbpx

Senado americano absolve Trump de impeachment, apesar de voto de Romney

Presidente dos Estados Unidos foi absolvido nas duas denúncias feitas contra ele pela Câmara, mas republicano Mitt Romney - que concorreu à Casa Branca em 2012 - votou pela cassação do presidente em uma das votações
(Foto: Andrew Harrer/Bloomberg)

O Senado dos Estados Unidos absolveu na noite desta quarta-feira (5) o presidente Donald Trump do processo de impeachment. Apenas um senador republicano – Mitt Romney, de Utah – votou ao lado dos democratas pela cassação em uma das acusações. Apesar disso, o total de votos obtidos ficou bem aquém do necessário para afastar o presidente.

Ao todo, foram cinco meses de audiências e revelações. As denúncias giraram em torno de uma conversa suspeita entre o presidente Donald Trump e o presidente da Ucrânia que, segundo os acusadores, poderia representar abuso de poder. Trump também foi acusado de prejudicar as investigações.

[wp_ad_camp_1]

Candidato republicano à Casa Branca em 2012, quando disputou contra a reeleição de Barack Obama, Romney criticou Trump para justificar a deserção. Segundo ele, as conversas com o líder ucraniano foram “a violação mais abusiva e destrutiva do juramento” que já tinha visto.

“Alguém acredita seriamente que eu consentiria com essa situação, mesmo tendo feito um juramento com Deus?”, perguntou o republicano, que é mórmon. Em decorrência do voto, anunciado horas antes da absolvição, o senador foi oficialmente desconvidado do CPAC, megaevento para conservadores nos Estados Unidos.

[wp_ad_camp_3]

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?