fbpx
PUBLICIDADE


Ex-braço direito de Bolsonaro, Bebianno revela conselho que daria a Moro

Ex-ministro Gustavo Bebianno alertou que Sérgio Moro inibiu o “uso político da Polícia Federal” e que, sem ele, aumentam as “chances de a PF ser utilizada como ferramenta de opressão contra os desafetos”

- Publicado no dia
Sérgio Moro (Foto: Marcello Casal Jr. /Agência Brasil)

O ex-ministro Gustavo Bebianno, atualmente no PSDB, revelou em entrevista ao site UOL qual conselho daria ao ministro da justiça, Sérgio Moro, caso lhe fosse pedida uma opinião. Como se sabe, Bebianno foi o principal braço direito do atual presidente Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral e chegou a organizar e presidir o PSL nas eleições de 2018. [1]

“Diria a ele o seguinte: saia desse governo o quanto antes, mantenha-se o mais longe possível da família Bolsonaro e volte no início de 2022 como pré-candidato à presidência da república. Jair não terá a mínima chance contra você. Quando muito, convide-o para ser seu vice”, revelou.


PUBLICIDADE



Para Bebianno, “Moro foi o freio que inibiu o uso político da Polícia Federal” e que, sem Moro, “as chances de a PF ser utilizada como ferramenta de opressão contra os desafetos serão grandes”.

“Infelizmente, o Jair só pensa em reeleição. […] Essa obsessão pelo poder, combinada com as paranoias de traição, se sobrepõe ao excelente trabalho desses auxiliares. Como o Jair morre de medo do Moro nas urnas, fará de tudo para acabar com ele até 2022″, opinou.

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.