fbpx
PUBLICIDADE


CCJ votará projeto de senador petista para analisar redes sociais

O projeto de Humberto Costa cria uma instituição com colegiado próprio dentro do Senado para estudar e produzir relatórios sobre a atividade nas mídias

- Publicado no dia
Humberto Costa (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)

Está pronto para votação na Comissão de Constituição e Justiça do Senado o Projeto de Resolução do Senado nº 56, de autoria do senador Humberto Costa (PT-PE). O projeto, se aprovado, criará, dentro do Senado, uma instituição responsável pela observação e análise das redes sociais. [1]

A Instituição Independente de Acompanhamento das Mídias Sociais e o seu Conselho Multissetorial de Assessoramento, criados caso o projeto seja aprovado, constituirão um colegiado com a função de elaborar e publicar estudos e relatórios sobre o uso de mídias sociais no Brasil. Humberto Costa garante que a instituição deve ajudar a permitir a distinção entre o conteúdo verdadeiro e o conteúdo mentiroso na Internet.


PUBLICIDADE



“A liberdade de expressão deve ser protegida dentro do espectro constitucional, e o Senado tem um papel histórico como garantidor das liberdades democráticas estabelecidas pela Constituição federal de 1988. Esta instituição visa justamente a auxiliar a Casa na condução dessa trajetória”, explicou-se o petista. O relator Marcio Bittar (MDB-AC) concorda com o deputado e ressalta que o Senado pode ajudar no combate a manipulações de eleições e difamações.

“Desse modo, anda bem o Senado Federal ao criar a Instituição Independente das Mídias Sociais, órgão apartidário que poderá oferecer importantes contribuições à atuação desta Casa Legislativa de modo a subsidiar a atividade parlamentar normativa e fiscalizatória com estudos e informações a respeito”, declarou Bittar.

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.