fbpx
PUBLICIDADE


Jair Bolsonaro convida atriz Regina Duarte para a secretaria de Cultura

Icônica personalidade da teledramaturgia brasileira pode assumir a secretaria depois da demissão de Roberto Alvim, que divulgou vídeo parafraseando ministro nazista

- Publicado no dia
Jair Bolsonaro e Regina Duarte (Foto: Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro está tentando substituir Roberto Alvim, demitido nesta sexta-feira (17) do comando da Secretaria de Cultura. Um convite foi feito no mesmo dia ao principal alvo do presidente para o posto – e esse alvo é uma personalidade muito popular no país: a atriz Regina Duarte.

A primeira fonte da informação havia sido a Folha, que mencionou que a atriz já tinha sido convidada anteriormente para o cargo, que recusou – embora desta vez o assédio sobre ela esteja sendo mais intenso. As primeiras informações davam conta de que Regina Duarte está animada com a proposta de Bolsonaro, mas pretendia dar uma resposta ainda neste sábado (18). [1]


PUBLICIDADE



No entanto, em entrevista à Jovem Pan, a atriz, confirmando o convite, afirmou que pretende pensar e responder até segunda-feira (20). Ela disse que o convite de Bolsonaro “assusta muito”, por se tratar de uma “secretaria difícil”. Regina recordou seu apoio ao presidente durante sua campanha e sua identificação com as propostas da chapa, mas pontuou que “a gestão pública é uma coisa muito complicada”: “não me sinto preparada”.

Regina Duarte relatou também que recebeu um convite pessoal do próprio Bolsonaro por telefone. Consagrada na teledramaturgia nacional e conhecida como “Namoradinha do Brasil”, a atriz, aos 72 anos, teve ao longo da Nova República um posicionamento simpático aos candidatos do PSDB, desde a disputa entre Fernando Henrique e Jânio Quadros para a prefeitura de São Paulo até o pleito nacional entre José Serra e Lula, em que disse ter “medo” do que aconteceria ao país em uma vitória do petista.

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.