fbpx
PUBLICIDADE

‘Já vai tarde’, celebra Luciano Huck sobre a demissão de Roberto Alvim

Apresentador de televisão cujo nome circula nos bastidores do poder como opção de presidenciável para 2022 se manifestou de forma enfática sobre o episódio polêmico do secretário de cultura demitido
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

O apresentador Luciano Huck celebrou na tarde desta sexta-feira (17) a demissão do secretário especial de cultura Roberto Alvim. Nas redes sociais, o apresentador da TV Globo – considerado uma das apostas políticas para as eleições de 2022 – afirmou que o secretário “já vai tarde”.

PUBLICIDADE

Como noticiado pelo Boletim da Liberdade, na manhã desta sexta-feira (17), Alvim foi repreendido por críticas até de aliados após publicar um vídeo com diversos elementos com alusão ao regime nazista. O vídeo tinha como motivação o anúncio do Prêmio Nacional de Cultura.

Mais cedo, Huck havia feito outra crítica à referência nazista e chamou o vídeo de Alvim de “criminoso”.

PUBLICIDADE

“Usar a cultura para fazer revisionismo histórico é perverso e violento”, destacou o apresentador, de origem judaica, classificando que o filme “revela uma conduta autoritária inaceitável”.

Foto: Reprodução/Twitter

A demissão

No início da tarde, Bolsonaro confirmou que Alvim seria demitido. Nas redes sociais, classificou o polêmico pronunciamento como “infeliz” e ponderou que “ainda que tenha se desculpado, tornou insustentável a sua permanência”.

“Reitero nosso repúdio às ideologias totalitárias e genocidas, bem como qualquer tipo de ilação às mesmas. Manifestamos também nosso total e irrestrito apoio à comunidade judaica, da qual somos amigos e compartilhamos valores em comum”, escreveu.

PUBLICIDADE

Relembre o vídeo alvo da polêmica

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama