fbpx
PUBLICIDADE

Morre aos 75 anos o filósofo e autor conservador Roger Scruton

Escritor britânico foi autor de livros como 'Tolos, Fraudes e Militantes' e 'Como ser um conservador', ambos traduzidos em português; personalidades à direita do Brasil lamentaram perda nas redes sociais
Roger Scruton (Foto: Reprodução / Facebook)
Roger Scruton (Foto: Reprodução / Facebook)
PUBLICIDADE

Faleceu neste domingo (12) o filósofo conservador Roger Vernon Scruton, conhecido e admirado mundialmente especialmente nos círculos conservadores devido a um amplo conjunto de livros produzidos sob essa perspectiva política. [1]

PUBLICIDADE

Dentre as obras, destacam-se Como se conservador – no Brasil, traduzido por Bruno Garschagen – e Tolos, Fraudes e Militantes. Ambos foram publicados no Brasil pela editora Record.

Nas redes sociais, personalidades conservadoras lamentaram a perda. O nome do autor também foi listado entre as expressões mais faladas no Twitter na tarde deste domingo (12).

PUBLICIDADE

“Nem todas as batalhas podem ser vencidas. Descanse em paz, Roger Scruton”, comentou Garschagen nas redes sociais. Scruton enfrentava um câncer descoberto em 2019. [2]

O analista político Alexandre Borges, ex-diretor do Instituto Liberal e um dos criadores do bordão “Olavo tem razão”,  afirmou que Scruton foi “um dos maiores intelectuais de todos os tempos”. “Foi um privilégio poder estar com ele pessoalmente em Londres em abril de 2017. Descanse em paz”, escreveu, publicando uma foto dos dois. [3]

Paulo Cruz, professor de São Paulo ligado ao Brasil 200, afirmou que “a sorte do mundo” foi Scruton ter sido “extremaemnte prolífico”. “Suas ideias continuarão a iluminar as trevas intelectuais de nosso tempo”, observou. [4]

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama