fbpx
PUBLICIDADE


Damares sugere que vai acabar com visita íntima para menores infratores

Em entrevista ao jornal ‘O Estado de S. Paulo’, ministra também defendeu a prorrogação da licença-maternidade para ‘até um ano’ e afirmou que Paulo Guedes tem um ‘coração no social’

- Publicado no dia
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

No que depender da ministra Damares Alves, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, a visita íntima a menores infratores internados está com os dias contados. A medida está em vigor desde 2012 por sanção da ex-presidente Dilma Rousseff e prevê o direito “ao adolescente casado ou que viva, comprovadamente, em união estável”. [1][2]

Em entrevista ao jornal O Estado de S. PauloDamares afirmou que esse assunto estará na sua lista do que “rever”. “Não aceito visita íntima para meninos. Qual a idade da namorada que vai lá transar com ele? Vou enfrentar isso. Mamãe Damares vai mandar bola, livro, arroz e feijão. Camisinha e lubrificante, não”, afirmou.


PUBLICIDADE



Na mesma entrevista, Damares também confirmou que defende o aumento da licença-maternidade para até um ano. Atualmente, a legislação prevê o benefício de 120 dias (4 meses) para as gestantes.

Questionada se essa pauta não entraria em conflito com o ministro da economia, Paulo Guedes, Damares afirmou que ele, embora liberal, tem “um coração no social” e, por isso, acredita que obterá seu apoio.

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.