fbpx
PUBLICIDADE


Cidadão poderá escolher concessionária para comprar energia elétrica

Medida assinada pelo ministro de minas e energia, Bento Albuquerque, estipula calendário de abertura de mercado gradual até todos os consumidores para o ano de 2024; medida deverá ampliar competição

- Publicado no dia
(Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

O ministro de minas e energia, Bento Albuquerque, determinou em portaria publicada na última quinta-feira (12) a abertura gradual de mercado no setor de concessionárias de energia elétrica. [1]

Segundo o texto, a partir de janeiro de 2021, consumidores com carga igual ou superior a 1.500 kW “poderão optar pela compra de energia elétrica a qualquer concessionário, permissionário ou autorizado de energia elétrica do Sistema Interligado Nacional”.


PUBLICIDADE



A partir de 2023, esse direito passa a valer a consumidores com carga igual ou superior a 500 kW e, após 2024, a prerrogativa ficaria liberada até para consumidores com carga inferior a 500 kW.

A portaria assinada por Albuquerque determina ainda que a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL)  também apresente um “estudo sobre as medidas regulatórias necessárias para permitir a abertura do mercado livre” incluindo “o comercializador regulado de energia”.

Nas redes sociais, o advogado Geanluca Lorenzon, diretor de desburocratização do ministério da economia, parabenizou o ministro Bento Albuquerque pela iniciativa e afirmou que a medida “deverá gerar competição entre os atores, com diminuição de preço e disponibilização [de] contratos diferenciados”. [2]

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.