fbpx
PUBLICIDADE

Apoiadora de Bolsonaro, Karol Eller é espancada em suposto ataque homofóbico

Fato teria ocorrido no Rio de Janeiro no último domingo (15); ativista de direita é próxima e apoiadora da família Bolsonaro de longa data e, recentemente, ganhou as manchetes por ter sido contratada pela EBC
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A youtuber Karol Eller, apoiadora de longa data da família Bolsonaro e recém-nomeada na Empresa Brasil de Comunicação (EBC), foi agredida no último domingo (15) no Rio de Janeiro. A informação foi publicada originalmente pelo jornalista Leo Dias e repercutida como ataque homofóbico. [1][2]

Segundo o colunista, Karol estava em um quiosque com a namorada quando um homem lhe provocou, perguntando como é que ela conseguia namorar um “mulherão” daqueles.

Karol teria sido, momentos depois, agredida com socos e pontapés pelo agressor e ficado desacordada. Leo Dias publicou com exclusividade fotos do rosto da ativista, que ficou deformado.





Na manhã desta terça-feira (17), após o caso vir à tona, Eller publicou uma foto antiga e afirmou que “está sem condições de falar ou fazer vídeos explicando [o que ocorreu]”. “Quando eu estiver bem, volto pra falar com vocês. Obrigada a todos pelo suporte. Orem por mim”, concluiu. [3]

Foto: Reprodução/Instagram

EDITADO em 19/12 às 20h41: segundo apuração inicial da Polícia Civil do Rio de Janeiro divulgada nesta quinta-feira (19), o caso pode não ter sido decorrente de homofobia. O episódio havia sido divulgado amplamente pelos principais veículos de comunicação como um ataque homofóbico. Em decorrência disso, o Boletim optou por corrigir a informação, inclusive o título, adicionando o termo “suposto” ao ataque de homofobia.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama