fbpx
PUBLICIDADE


Kim propõe exclusão de responsabilidade subsidiária de empresas que terceirizam

Na atual legislação, as empresas contratantes são ‘subsidiariamente’ responsáveis por obrigações trabalhistas referentes ao período da prestação de serviços; para Kim, lei cria situação ‘injusta’ e ‘inadequada’

- Publicado no dia
Deputado federal Kim Kataguiri (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

O deputado federal Kim Kataguiri (DEM/SP) protocolizou na última terça-feira (3) um projeto de lei para acabar com as responsabilidades subsidiárias das empresas que terceirizam parte de sua operação com outras companhias ou contratam firmas especializadas em fornecer trabalho temporário. Na atual legislação, as empresas contratantes são “subsidiariamente” responsáveis pelas obrigações trabalhistas referentes ao período em que ocorrer a prestação de serviços. [1][2][3]

No projeto de Kim, o artigo será alterado para prever que “a empresa contratante não tem qualquer responsabilidade pelas obrigações trabalhistas” das empresas que prestam serviços , bem como das firmas de trabalho temporário.

Na justificativa, o parlamentar afirma que a atual lei por vezes sujeita o contratante “pagar duas vezes” pelo serviço prestado e que é “injusto e inadequado atribuir ao contratante a responsabilidade que seria de outra empresa”. “Há outras formas de proteger o trabalhador”, destacou.

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.