fbpx

MBL acusa Flávio Bolsonaro de ter traído os brasileiros com voto a favor de aumento do fundo eleitoral

O senador, filho do presidente da República, votou a favor do aumento do fundo eleitoral para quase R$ 4 bilhões, mas alegou ter cometido um engano
Flávio Bolsonaro (Foto: Reprodução / O Dia)

O coordenador do Movimento Brasil Livre, Renan Santos, publicou nesta quinta-feira (5) um vídeo no canal do MBL afirmando que o senador Flávio Bolsonaro é “um corrupto investigado que ainda fica sabotando o Brasil com votação ruim”. O mote para mais esse comentário foi a votação do aumento no fundo eleitoral. [1] [2]

Durante a apreciação de vetos do Congresso, o senador, filho do presidente da República, votou a favor do aumento do fundo eleitoral de 2020. O aumento para R$ 3,8 bilhões, chancelado pela Comissão Mista de Orçamento do Congresso, engordará o caixa dos partidos na disputa das eleições municipais. Flávio, no entanto, alegou que o voto foi um equívoco.

“Eu me equivoquei sim nesse voto específico em relação ao fundo eleitoral. Foi uma falha minha, uma desatenção minha, responsabilidade minha não ter votado da forma correta”, afirmou. Renan Santos atacou a justificativa, lembrando que Flávio é senador, usa “todos os privilégios” oriundos de seu cargo e perguntou se ele “acha que todo mundo é otário”.

Renan questionou ainda se, ao combater a Lava Toga e virar “uma cadela do Centrão, do Renan Calheiros, do STF dentro do Senado”, Flávio Bolsonaro também errou e cometeu “um deslize”. Arrematou: “Nós não podemos fazer essa massa de brasileiros patrióticos, que lutaram contra o PT, serem feitos de trouxas e se sentirem trouxas”. Confira:

[wp_ad_camp_3]

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?