fbpx
PUBLICIDADE


MBL acusa Flávio Bolsonaro de ter traído os brasileiros com voto a favor de aumento do fundo eleitoral

O senador, filho do presidente da República, votou a favor do aumento do fundo eleitoral para quase R$ 4 bilhões, mas alegou ter cometido um engano

- Publicado no dia
Flávio Bolsonaro (Foto: Reprodução / O Dia)

O coordenador do Movimento Brasil Livre, Renan Santos, publicou nesta quinta-feira (5) um vídeo no canal do MBL afirmando que o senador Flávio Bolsonaro é “um corrupto investigado que ainda fica sabotando o Brasil com votação ruim”. O mote para mais esse comentário foi a votação do aumento no fundo eleitoral. [1] [2]

Durante a apreciação de vetos do Congresso, o senador, filho do presidente da República, votou a favor do aumento do fundo eleitoral de 2020. O aumento para R$ 3,8 bilhões, chancelado pela Comissão Mista de Orçamento do Congresso, engordará o caixa dos partidos na disputa das eleições municipais. Flávio, no entanto, alegou que o voto foi um equívoco.

“Eu me equivoquei sim nesse voto específico em relação ao fundo eleitoral. Foi uma falha minha, uma desatenção minha, responsabilidade minha não ter votado da forma correta”, afirmou. Renan Santos atacou a justificativa, lembrando que Flávio é senador, usa “todos os privilégios” oriundos de seu cargo e perguntou se ele “acha que todo mundo é otário”.

Renan questionou ainda se, ao combater a Lava Toga e virar “uma cadela do Centrão, do Renan Calheiros, do STF dentro do Senado”, Flávio Bolsonaro também errou e cometeu “um deslize”. Arrematou: “Nós não podemos fazer essa massa de brasileiros patrióticos, que lutaram contra o PT, serem feitos de trouxas e se sentirem trouxas”. Confira:

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.