fbpx
PUBLICIDADE


Aliança pelo Brasil deve ter pautas obrigatórias para os filiados, diz site

Partido teve primeira convenção de fundação nesta quinta-feira (21) e já recolhe assinaturas para ter a quantidade mínima de fundadores; agora, desafio é saber se o TSE autorizará assinaturas eletrônicas

- Publicado no dia
Apoiador levou à convenção que fundou o partido uma placa com o logotipo metalizado (Foto: Lucaiana Amaral/UOL)

O site Crusoé afirmou nesta quinta-feira (21) que o Aliança pelo Brasil, partido que o presidente Jair Bolsonaro iniciou a formalizar nesta semana, deve ter “cláusulas pétreas” em seu estatuto. Na prática, tratariam-se de pautas que todos os filiados, sem flexibilidade, precisariam defender, sob pena de expulsão em caso de descumprimento.

Dentre elas, diz a publicação, estariam o direito à legítima defesa (leia-se a facilitação da posse e, com critérios, também ao porte de armas de fogo), a luta contra a ideologia de gênero, a liberdade “como vetor fundamental da sociedade” e à vida desde a concepção (expressão que significa contrariedade ao aborto).

O partido definiu também que requererá ao Tribunal Superior Eleitoral o registro do número 38, uma referência indireta a um dos calibres de arma mais populares no país.

Fundação

No evento de fundação da Aliança pelo Brasil na última quinta-feira (21), Bolsonaro afirmou que, sem a autorização do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que sejam consideradas válidas assinaturas eletrônicas para a oficialização da sigla, o partido não deve disputar as eleições de 2020.

“Depende da decisão do TSE de que vai ter uma dinâmica para as assinaturas. Se for possível a eletrônica, a gente forma um partido para março. Se não for possível, eu não vou entrar em disputas municipais no ano que vem, estou fora”, afirmou.

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.