fbpx
PUBLICIDADE

Bolsonaro: sem assinaturas eletrônicas, ‘Aliança’ não disputará eleições de 2020

Pela primeira vez, presidente admitiu que sigla pode não ficar pronta a tempo das eleições de 2020, como especialistas já previam, se não houver uma mudança aprovada no modo do recolhimento das assinaturas
Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook
PUBLICIDADE

O presidente Jair Bolsonaro participou na manhã desta quinta-feira (21) do evento de fundação do Aliança pelo Brasil, sigla que fundou ao sair do PSL e que será presidida por ele próprio. Dentre outros aspectos trazidos em seu discurso, Bolsonaro afirmou que, sem a autorização do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que sejam consideradas válidas assinaturas eletrônicas para a oficialização da sigla, o partido não deve disputar as eleições de 2020.

PUBLICIDADE

“Depende da decisão do TSE de que vai ter uma dinâmica para as assinaturas. Se for possível a eletrônica, a gente forma um partido para março. Se não for possível, eu não vou entrar em disputas municipais no ano que vem, estou fora”, afirmou.

Compartilhe essa notícia:
Leia também:  Fusão de dois partidos pode criar maior agremiação partidária do Brasil

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama