fbpx
PUBLICIDADE


Cada vez mais pressionado, Evo Morales convoca novas eleições

Relatório da Organização dos Estados Americanos afirmou de modo contundente que houve irregularidades nas eleições do dia 20 de outubro; protestos na Bolívia também alimentaram decisão

(Foto: RFI)

O presidente da Bolívia, Evo Morales, cedeu neste domingo (10) à recomendação da Organização dos Estados Americanos (OEA) e convocou novas eleições no país. Como noticiado pelo Boletim da Liberdade em 21 de outubro, o último pleito disputado entre Morales e Carlos Mesa, na qual o esquerdista se sagrou vitorioso, foi questionado após eventos atípicos ocorrerem na apuração. [1]

A decisão final ocorreu após a OEA recomendar forma categórica novas eleições, mas também surgiu após a eclosão de protestos e até atos de insubordinação na Bolívia. [2][3]

“Nos quatro elementos revisados (tecnologia, cadeia de custódia, integridade das atas e proteções estatísticas), se encontraram irregularidades que variam desde muito graves até indicativas. Esses indícios levam nossa equipe técnica de auditoria questionar a integridade dos resultados da eleição de 20 de outubro”, diz parte do relatório da OEA. Na última eleição, Evo – no poder desde 2006 –  ganhou a disputa em primeiro turno.

★ ★ ★

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo...

...mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.


➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Muito obrigado!



PUBLICIDADE



Comentários