fbpx
PUBLICIDADE

Helio Beltrão critica Elena Landau em artigo: ‘não se pode considerar liberal’

O presidente do Instituto Mises Brasil e a economista ligada ao Livres palestraram no Libertycon deste ano e suas ideias entraram em choque
Helio Beltrão (Foto: Reprodução / Fecomercio)
Helio Beltrão (Foto: Reprodução / Fecomercio)

A última Libertycon, grande conferência liberal e libertária organizada em São Paulo nos dias 1 e 2 de novembro, foi o estopim para um enfrentamento retórico dentro do movimento liberal. Nesta quarta-feira (6), Helio Beltrão, presidente do Instituto Mises Brasil, contestou o suposto liberalismo da economista Elena Landau, ex-presidente e integrante do Livres. [1]

Em seu artigo ironicamente intitulado “Elenão é liberal?”, Beltrão sustenta a tese, que já havia levantado em sua palestra realizada durante o evento, no hotel Maksoud Plaza, de que Landau é uma representante do que chama de “neoliberalismo” e não uma liberal de verdade. Ele inscreve a economista, que foi diretora de privatizações do BNDES e presidente do Conselho de Administração da Eletrobrás, numa tradição de economistas que buscam uma terceira via entre o liberalismo clássico e um maior intervencionismo.

“A atual terceira via neoliberal tem uma agenda que inclui diversas intervenções estranhas ao liberalismo, tais como agências reguladoras, monopólio da moeda e política monetária ativa”, enfatizou, alegando que os neoliberais são responsáveis pela crise de 2008 por seu “centralismo monetário”. “No Brasil de hoje, o liberalismo progride, mas segue espremido pelo marxismo de um lado e pelo jacobinismo de direita do outro. Seria um erro histórico acatar o retorno do neoliberalismo ao espectro liberal”, sentenciou.





Fazendo referência ao fato de que Elena Landau, que também palestrou na Libertycon, havia dito que “o atual governo não pode ser considerado liberal por ter um presidente que preza Ustra como herói e Chávez como método”, Beltrão devolveu: “não se pode considerar liberal alguém que reputa FHC como herói e Soros como método; ou que defenda cotas para o cinema nacional e considera quem deseja ter uma arma um “assassino enrustido””.

A reação

Em seu perfil no Twitter, Elena Landau debochou da manifestação de Helio Beltrão: “Parece que o menino Helio acordou nervoso hoje”. Disse ainda que jamais havia lido um texto dele: “Esse pecado ainda não cometi. E só passei os olhos no de hoje e me deixou muito feliz”.









O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama