fbpx
PUBLICIDADE


Após desistência do filho, Bolsonaro confirma nome de embaixador nos EUA

O deputado do PSL já tinha tomado a decisão de não pleitear o cargo, alegando que seria preferível permanecer no Brasil na liderança do partido

- Publicado no dia
Nestor Fortes (Foto: Reprodução/Estado político)

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) estava dividido quanto ao seu futuro imediato: Brasil ou EUA. Não está mais – nem seu pai, o presidente da República. Jair Bolsonaro confirmou na noite desta quarta-feira (23), em discurso no Japão, que o atual interino Nestor Fortes é sua indicação para a embaixada americana. [1] [2] [3]

“É um quadro exemplar, uma pessoa ativa. Tem tudo para dar certo”, sintetizou Bolsonaro, acrescentando que o indicado apenas ainda precisa conversar com o ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Ao contrário de Eduardo, Nestor é um diplomata de carreira e o presidente acredita que não haverá dificuldades em conseguir a aprovação do nome no Senado.


PUBLICIDADE



Eduardo Bolsonaro já havia anunciado sua desistência de pleitear o cargo na terça-feira (22), pondo fim a longos meses de questionamentos à possibilidade e discussões quanto a ser ou não um caso de nepotismo. O parlamentar havia tentado conquistar o apoio de senadores, visitando pessoalmente seus gabinetes. No entanto, diante da crise interna do PSL, o presidente e seu filho argumentaram que o melhor é deixá-lo na liderança da sigla.

“Acho que tem perfil e linha desejados pelo presidente da República”, disse Eduardo sobre Nestor, ao anunciar que ficaria no Brasil. No mesmo discurso em que apontou Nestor, Jair Bolsonaro disse que não pretende retaliar a ala do PSL ligada mais diretamente a Luciano Bivar: “Os defensores de Luciano Bivar, os radicais, estão dizendo que vão continuar me apoiando. Afinal de contas, querem disputar a prefeitura no ano que vem, e eu pergunto: eles querem aparecer na fotografia comigo ou com Bivar?”, ironizou. [4]

Nestor Fortes e Olavo de Carvalho

O indicado de Jair Bolsonaro tem 56 anos e foi promovido a ministro de primeira classe no mês de junho. Ele serviu três vezes nos EUA, já atuou nas embaixadas de Canadá e Costa Rica e se disse admirador de Olavo de Carvalho. Foi ele quem entregou ao filósofo a comenda da Ordem do Rio Branco, dizendo na cerimônia que Olavo é “um sábio, de honestidade intelectual gigantesca”, alguém que “venceu a ditadura esquerdista que dominava a vida intelectual brasileira até pouco anos atrás”. Confira o discurso na íntegra:

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.