fbpx
PUBLICIDADE

Em evento do PSDB do Rio, ex-ministro Bebianno dá indireta a Olavo

Atualmente sob comando de Paulo Marinho, suplente do senador Flávio Bolsonaro (PSL/RJ), diretório do PSDB do Rio de Janeiro adotou a alcunha de "Novo PSDB" e convidou ex-ministro de Bolsonaro para discursar
Gustavo Bebianno (Foto: Reprodução/Facebook)
Gustavo Bebianno (Foto: Reprodução/Facebook)

O ex-ministro Gustavo Bebianno, ex-braço direito do presidente Jair Bolsonaro, discursou na manhã deste sábado (28) em um evento do PSDB no Rio de Janeiro, atualmente liderado pelo advogado Paulo Marinho, que também colaborou da campanha de Bolsonaro. Em sua breve fala, Bebianno teceu críticas ao filósofo Olavo de Carvalho. [1]

“Ao longo da última década e meia, o pêndulo do Brasil esteve todo para a esquerda. Todos sabem aqui que eu e o Paulo Marinho [atual presidente do PSDB-RJ] trabalhamos arduamente para combater o PT e a visão tão à esquerda que o Brasil mantinha. Essas raízes precisavam ser podadas e removidas da terra. No entanto, atualmente, em vez de o Brasil sem o viés ideológico, vemos exatamente o contrário”, analisou Bebianno.

Na sequência, o ex-ministro citou problemas do Brasil e fez seguidas referências ao debate sobre a Terra ser plana, uma indireta a comentários controversos do filósofo Olavo de Carvalho sobre o tema.

“[Estamos vendo] um Brasil com milhões de desempregados, com problemas gravíssimos a serem enfrentados e superados, e nós estamos discutindo se a Terra é plana com uma pessoa que nem no Brasil vive. Uma pessoa que, na minha avaliação, tem problemas psicológicos graves. Então eu queria dizer que a Terra não é plana, é redonda, e nós precisamos olhar para os problemas que o Brasil realmente tem. Eu sou contra o radicalismo”, comentou.





Ao longo do discurso, Bebianno elogiou também João Doria, a quem considera a gestão “um exemplo para o Brasil”, e foi aplaudido pelos presentes. “Graças a Deus, o PSDB está renascendo, não só no Brasil como no Rio de Janeiro. Nós temos que trabalhar com amor e com afinco para que, com gestão, o Brasil possa superar seus problemas”, concluiu.

O evento, que contou com a participação do governador de São Paulo, João Doria, marca um novo momento do partido – tanto no país, quanto no estado, que desde o início do ano mudou de mãos. Mariana Ribas, ex-secretária do prefeito Marcelo Crivella, foi apontada por Marinho como pré-candidata à prefeitura da cidade em 2020. Pessoas ligadas ao MBL local estiveram no encontro.

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Siga o Boletim

Leia também

Coluna Panorama

Coluna de notas do mundo político, econômico e cultural, exclusiva para assinantes do Boletim da Liberdade e atualizada todas as segundas-feiras pela manhã