fbpx
PUBLICIDADE


Presidente de Cuba critica Bolsonaro por negar Amazônia como pulmão do mundo

Sucessor de Raul Castro criticou ainda duramente o presidente brasileiro e Donald Trump nas redes sociais, classificando-os como “mentirosos patológicos” e “cada vez mais isolados”

- Publicado no dia
Foto: Reprodução/FidelCastro.cu

O presidente cubano Miguel Díaz-Canel reagiu no Twitter ao discurso do presidente Jair Bolsonaro, que criticou o regime da ilha caribenha ao abrir a Assembleia Geral da ONU. Em uma das publicações nas redes sociais, o sucessor de Raul Castro opinou até sobre a declaração de Bolsonaro sobre a Amazônia.

“Outro insulto às Nações Unidas: Bolsonaro afirma que Donald Trump representa ‘o respeito à soberania’ e que os cientistas se equivocam ao dizer que os bosques da Amazônia são o pulmão do mundo. Com razão, Greta Thunberg chora pelo futuro do planeta”, escreveu. [1]


PUBLICIDADE



Posteriormente, Canel compara a polêmica ativista-mirim com Trump e o presidente brasileiro. “Duras verdades da adolescente Greta Thunberg e grosseiras mentiras de Donald Trump e do mini-Trump Bolsonaro, [que são] dois mentirosos patológicos e cada vez mais isolados”. [2]

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.