fbpx
PUBLICIDADE


Livres escreve com ‘Agora!’ e ‘Acredito’ artigo sobre queimadas crítico ao governo

Escrito a seis mãos por Natalie Understell (Agora), Paulo Gontijo (Livres) e Gabriel Santos (Acredito), texto classifica ações até agora como medidas ‘para inglês ver’ e pede ‘providências concretas’ do governo

- Publicado no dia
Paulo Gontijo (Foto: Wilton Júnior / Estadão)

O Livres, entidade de viés liberal, publicou em co-autoria com lideranças dos movimentos “Acredito” e “Agora!” na última quinta-feira (29) um artigo crítico sobre a atuação do governo na preservação ambiental.

Escrito a seis mãos por Natalie Understell (Agora), Paulo Gontijo (Livres) e Gabriel Santos (Acredito), o texto afirma que “até hoje, o Ministério do Meio Ambiente não apresentou nenhuma estratégia, plano ou política pública para cuidar da nossa biodiversidade”.

“A sensação de impunidade [às queimadas intencionais] motivou e cresceu a olhos vistos, uma vez que os principais interlocutores do governo com a sociedade afirmaram para quem quisesse ver, ler ou ouvir, o intento de acabar com a fiscalização e o cumprimento das leis ambientais”, destaca o artigo.


PUBLICIDADE



Na sequência, os três pontuam que o governo “que se elegeu com o discurso de combate à corrupção fecha os olhos para as ilegalidades ambientais e se torna aliado e protetor de quem destrói a biodiversidade do país” e afirmam que “colocar agentes públicos para apagar fogo” e “proibir por decreto as queimadas” parece ações para inglês ver.

“Diante da inação governamental e da falta de diálogo, os movimentos cívicos Acredito, Agora! e Livres propõem uma resposta imediata, com base nas milhões de assinaturas, pedindo providências concretas. Propõe-se a instalação de uma comissão externa, que terá papel fiscalizatório, envolvendo as duas casas legislativas federais sobre o Ministério do Meio Ambiente. Precisamos que o Brasil priorize uma política ambiental efetiva e eficiente”, conclui o artigo.

Leia a íntegra clicando aqui.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.