fbpx
PUBLICIDADE


Ator que apoia Bolsonaro diz que sua chapa derrotou a esquerda em eleição do Sindicato dos Artistas

Chapa vencedora, entretanto, é encabeçada pelos atuais diretores do sindicato; o ator se notabilizou nos últimos anos como crítico do PT

- Publicado no dia
Carlos Vereza e Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução / Facebook)

O ator Carlos Vereza, que apoiou a candidatura de Jair Bolsonaro à presidência e se notabilizou por ser um crítico do Partido dos Trabalhadores, comemorou a vitória da chapa que defendeu para presidir o Sindicato de Artistas do Rio de Janeiro. Nesta quarta-feira (3), ele afirmou que a esquerda foi derrotada na disputa.

“A esquerda acaba de perder as eleições para o Sindicato dos Artistas. Foram agressivos durante o processo eleitoral, nossa chapa, a 1, ganhou com enorme diferença”, celebrou o artista em seu perfil no Facebook. A chapa de Vereza era chamada “União e Determinação”, liderada pelos atuais ocupantes do posto, que derrotaram, por 308 votos a 162, a chapa 2, “Renovação e Transparência”.


PUBLICIDADE



O duelo entre as chapas chegou a envolver um enfrentamento judicial. O ator Paulo Betti, que integrava a chapa derrotada, supostamente publicou em aplicativo de troca de mensagens que “a atual diretoria do sindicato está lá há muito tempo e tem uma forte representação negra com Jorge Coutinho e o grande Milton Gonçalves, além do querido Cosme. Isso complica bastante a luta, pois pode confundir as coisas”. [1]

Milton Gonçalves processou Paulo Betti por racismo pelo comentário, em ação que ainda está na 33ª Vara Criminal do Rio de Janeiro. A história promete ter ainda mais complicações, porque Betti, que não aceita a acusação, anunciou que recorrerá do resultado da eleição.  Ele reclama da impugnação, feita pela Comissão Eleitoral, da urna do Teatro Sergio Porto, decisão que, na sua opinião, não teria fundamentação jurídica.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.