fbpx
PUBLICIDADE

Livres emite nota considerando manifestações pró-Bolsonaro ‘antiliberais’

Movimento vê nas associações entre "Centrão" e Congresso" uma tentativa de deslegitimar "instituições fundamentais do nosso sistema democrático"
Paulo Gontijo (Foto: Wilton Júnior / Estadão)

(Foto: Reprodução/Alan Sampaio – iG Brasília)

O movimento suprapartidário Livres comentou na segunda-feira (20) as manifestações convocadas para o próximo domingo (26) a favor das agendas reformistas do governo de Jair Bolsonaro. Para o grupo, os protestos “pró-governo” são “antidemocráticos” e “antiliberais”. [1]

Na concepção do Livres, as convocações são um novo capítulo das “trapalhadas em série” do governo, adotando a prática dos “protestos a favor”, que seriam típicos “dos governos petistas”. Para eles, o tratamento do “Centrão” como alvo, visto como sinônimo de “Congresso”, faz com que as pautas defendidas adquiram caráter “explicitamente ofensivo às instituições fundamentais do nosso sistema democrático”.

“Bolsonaro pode não estar muito habituado com a ideia, mas nas democracias liberais a eleição para o executivo não é uma carta branca de poder total. O sistema de pesos e contrapesos é importante para garantir a voz das minorias e os direitos individuais, sem os quais não existe democracia”, sustenta a nota do Livres, acrescentando que o governo deve deixar os “moinhos ideológicos de lado” e “fazer aquilo para o qual foi eleito: governar”.









O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama