fbpx
PUBLICIDADE


Kim Kataguiri afirma que saída de cena de Olavo de Carvalho ajuda o governo

Ícone do MBL e deputado federal pelo DEM, a jovem liderança acredita que a influência do filósofo tem sido desgastante e nociva ao governo

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / Jornal O Tempo)

O ícone do Movimento Brasil Livre e deputado federal pelo DEM, Kim Kataguiri, comentou nesta sexta-feira (17) as declarações do filósofo Olavo de Carvalho de que deixaria de comentar as atualidades políticas do Brasil. O parlamentar argumentou que, com isso, o governo “decola”. [1]

Em entrevista ao Uol, Kataguiri primeiramente analisou as manifestações contra o contingenciamento de verbas na Educação realizadas na quarta-feira (15), alegando que suas dimensões ficaram “dentro da expectativa”. Kim acredita que o governo errou ao fazer um “contingenciamento de supetão, sem diálogo com as instituições envolvidas e sem planejamento estratégico para que elas sobrevivessem até o fim do ano”, embora o contingenciamento em si não esteja errado.


PUBLICIDADE



Ainda de acordo com Kim, os danos causados por Olavo de Carvalho no governo “são notórios e públicos”, como “o desgaste com a ala militar, que é a ala do governo que funciona”. O atrito foi causado “justamente por causa da influência do Olavo sobre os filhos do presidente e sobre o antigo ministro da Educação (Ricardo Vélez) e o Filipe Martins, que é assessor direto da Presidência”.

O parlamentar concluiu afirmando que não sabe quais as motivações pessoais de Olavo, mas “no geral acho que chegou num limite que não dá mais para aceitar esse tipo de interferência desgastando o governo”. Em sua opinião, se Olavo cumprir a promessa de se afastar, “o governo decola”. Com relação à reforma da Previdência, Kim acredita que o assunto conseguiu de certo modo sair das mãos do governo e por isso está otimista com a aprovação.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.